quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Perfeito


A união perfeita, divinal
Tu completas-me
Um amor que dispensa a palavra
Um amor cheio de tudo
Vazio de nada

Sorris e fazes-me sonhar
Abraças-me e acredito
Beijas-me e deliro
Olhas-me e perco o pé

Mergulho de cabeça,
nesse teu mar revolto
nesse teu mundo…
Universo de cor
És meu abrigo protector
Fazes-me bem…
Sempre fizeste
Só tu não o sabias

És reflexo de mim tão perfeito e complexo
Tão sem sentido, sem nexo
Como diz a canção
Tu és o côncavo e
Eu o convexo

5 comentários:

Ana Isabel disse...

Bonitas estas imagens poéticas.


Um abraço.

Ana Isabel disse...

Um Bom Natal e um ano de 2010 cheio de coisas boas.

Um abraço

Sonhadoremfulltime disse...

Uma metáfora de amor inundada de bom gosto.

Parabéns... e um bom 2010

milhita disse...

Palavras tão bonitas.
Mais que isso.
Gostava de as sentir agora, inundar-me dos mesmos sentidos, das mesmas horas.
Deixo-te um sorriso
Um abraço

Luz disse...

Palavras muito bonitas que se sentem e reflectem esse sentir que reside aí nesse coração preenchido, cheio de amor, um amor que sinto e vivo da mesma forma e, é tão bom sentir-me assim inundada por este sentido.

Gostei muito!

Abraço de Luz